Novo Sandero elétrico será lançado em 2027

Um modelo popular no Brasil que pode entrar em uma nova fase tecnológica

novo sandero elétrico
(Foto: Dacia)

De acordo com o CEO da marca, Denis Le Vot, uma nova geração do Renautl/Dacia Sandero está a caminho e é esperada para chegar entre 2027 e 2028. Esta versão totalmente nova do popular supermini Sandero está planejada para incluir uma opção elétrica, se não for totalmente um veículo elétrico a bateria (BEV). Descubra o que já se sabe sobre o novo Sandero elétrico.

Ao falar sobre os planos de eletrificação da Dacia, Le Vot menciona que a marca tem a sorte de ter tempo a seu favor. Eles estão sendo beneficiados pela estratégia de eletrificação do Grupo Renault e, portanto, podem esperar pelo momento certo. Esse momento será com o lançamento do próximo Sandero, que está previsto para ocorrer entre 2027 e 2028, e deverá estar em produção até 2034 ou 2035.

Ah, para te ajudar a entender, vamos explicar o que é “Dacia”. Esse é o nome que a Renault usa em alguns outros países. Sendo assim, Dacia Sandero nada mais é do que um Renault Sandero.

Novo Sandero elétrico é um plano sólido, mas o problema é o “quando”

novo sandero elétrico renault
(Foto: Dacia)

Le Vot destaca a estratégia “A La Dacia”, na qual a marca confia fortemente na tecnologia e know-how do Grupo Renault, como já faz atualmente com a plataforma CMF-B utilizada no Sandero atual. A estratégia também envolve adotar um plano de motor híbrido, que inclui a eletrificação quando considerarem o momento adequado.

“Todas as montadoras estão tentando lançar sua melhor solução elétrica”, acrescenta Le Vot, “com um alcance de 500-600 km e um tempo de carregamento de 20 minutos na estrada, certo? Certamente não vamos seguir esse caminho. Por quê? Porque temos um papel social aqui. Nosso objetivo é fornecer mobilidade acessível, e isso inclui a mobilidade elétrica.”

Naturalmente, o principal objetivo da Dacia é manter os custos baixos, e a marca está atualmente explorando todas as possibilidades de tecnologia de bateria para aplicar em seu modelo elétrico Sandero. Le Vot menciona que estão considerando várias opções, inclusive baterias de sódio. “Vamos analisar todas essas equações – talvez a bateria seja baseada em sódio”, diz ele.

“Alguns argumentam que as baterias de sódio não são ideais porque armazenam menos energia e são mais pesadas… mas são mais baratas. Vamos encontrar um equilíbrio aqui entre o alcance oferecido, densidade de energia e capacidade de carregamento para oferecer algo diferente. A ideia é que seja acessível. Teremos a resposta em dois anos.”

Mudanças visuais

À medida que a Dacia expande sua linha de produtos para incluir o Bigster, a equipe de design está buscando um visual mais musculoso e expressivo para os futuros modelos. O diretor de design, David Durand, comenta: “Estamos trabalhando para tornar a Dacia mais desejável e moderna – estamos mais orgulhosos da marca do que nunca.”

A próxima geração do Sandero provavelmente será baseada na plataforma CMF-BEV, que também será utilizada nos novos Renault 5 e 4, assim como na próxima geração do Nissan Micra, a partir de 2027.

As entrevistas acima foram realizadas pela equipe do site Car Magazine, do Reino Unido.

Leia também:

Busca por carros novos triplica após anúncio de descontos, mas medida não durará muito tempo

Novo Renault Rafale 2024: Modelo se torna carro-chefe da marca na categoria Coupe-SUV