Jeep afirma que o design icônico quadradão veio para ficar

Jeep design quadrado
(Foto: Divulgação)

Enquanto outras marcas buscam designs mais elegantes e modernos, a Jeep mantém firme sua identidade com linhas quadradas e inconfundíveis.

A Jeep é uma das poucas montadoras que podem ser identificadas instantaneamente pela sua grade de sete slots e estilo robustamente angular, seja no resistente Wrangler ou no refinado Grand Wagoneer. E parece que esse elemento de design permanecerá intacto mesmo na era da eletrificação, conforme afirma Daniele Calonaci, o designer por trás do novo Avenger totalmente elétrico.

Em uma entrevista ao Top Gear, Calonaci deixou claro que a marca americana não seguirá a maré das tendências adotadas por outras montadoras. “Há muitas empresas […] que estão investindo nos crossovers, mas a Jeep vai manter sua forma mais… angular. No momento, as pessoas ainda buscam uma alta distância do solo ou uma posição de comando. Muitos ainda têm necessidades de eletrificação.”

O designer destaca que isso se traduz em um maior espaço interno e no porta-malas. “Quando você está na estrada no verão, vê muitos crossovers com caixas de teto porque não têm espaço suficiente no porta-malas. No final, queremos deixar nossos clientes satisfeitos.”

Leia também:

Honda inaugura museu gratuito contando a história da marca

Ford F-150 Raptor 2024 renova visual e ganha equipamentos mais agressivos

O Avenger oferece um amplo espaço para bagagens de 13,4 pés cúbicos, acima da média para sua categoria. No entanto, o Peugeot e-2008 elétrico, com um design exterior mais esguio, proporciona 14,3 pés cúbicos de espaço para bagagens. É certo que avaliações europeias do Avenger destacam a praticidade da abertura e do espaço quadrado do porta-malas, facilitando o carregamento e a organização.

Jeep design quadrado iconico
(Foto: Divulgação)

Concordamos com Calonaci. Na era da eletrificação, o estilo exterior ganha importância, tornando-se um fator crucial para diferenciar um veículo dos demais. Se todos os crossovers e SUVs seguirem as mesmas sugestões de estilo, o cenário automotivo pode parecer monótono – ao menos no aspecto estilístico. Os consumidores podem estar dispostos a sacrificar alguns quilômetros em troca de um estilo distinto e um interior mais prático.

Apesar da Jeep ser conhecida por seus motores potentes e robustos, a marca, pertencente à Stellantis, está pronta para abraçar a eletrificação. O Avenger é o pioneiro nesse campo, mas não está disponível nos Estados Unidos. Contudo, uma série de veículos elétricos está a caminho, incluindo o Recon e o elegante Wagoneer S.

“Preservamos uma tradição rica em capacidade e motores potentes, mas, no fim das contas, entendemos que era hora de uma mudança. A eletrificação representa o futuro. Quando se tem o que é essencial – torque e torque sob demanda – qual a escolha mais lógica? O elétrico”, concluiu Calonaci.

Enquanto a Jeep mantém sua popularidade nos Estados Unidos, a montadora está em busca de conquistar a imaginação dos clientes europeus e do Reino Unido com o novo Avenger, almejando atrair uma clientela mais jovem e diversificada.