Ferrari promete que superesportivos elétricos continuarão barulhentos

A experiência sensorial é uma das preocupações da marca

Ferrari superesportivos elétricos continuarão barulhentos
(Divulgação)

Os amantes da Ferrari podem respirar aliviados, pois a lendária fabricante italiana de carros de luxo está determinada a manter a emoção e a paixão de dirigir em seus futuros supercarros elétricos. Apesar da iminente transição para a eletrificação, a Ferrari assegurou que seus modelos elétricos não serão silenciosos, oferecendo aos clientes uma experiência única e inesquecível.

Em uma entrevista ao canal CNBC, o CEO da Ferrari, Benedetto Vigna, revelou que os superesportivos elétricos da marca serão equipados com “assinaturas sonoras” projetadas para mexer com as emoções dos motoristas. Esses sons sintetizados garantirão que os clientes continuem a desfrutar da mesma sensação emocionante e empolgante que experimentam ao dirigir os modelos a combustão da Ferrari.

Embora ainda não tenhamos detalhes específicos sobre o tipo de som que os supercarros elétricos da Ferrari irão produzir, é provável que a montadora busque uma abordagem inovadora, seja recriando os icônicos roncos dos motores V8 e V12 ou desenvolvendo algo completamente novo e distintivo.

A Ferrari está se preparando para sua incursão no mercado de carros elétricos com a inauguração de uma nova fábrica em Maranello, prevista para julho deste ano. Esta fábrica será responsável pela produção de motores elétricos e baterias, sinalizando o compromisso da marca com a eletrificação.

Ferrari promete que superesportivos elétricos continuarão barulhentos
(Divulgação)

Apesar da transição para veículos eletrificados, Vigna destacou que a Ferrari continuará a oferecer uma variedade de opções de powertrain, incluindo modelos híbridos e a combustão. Ele enfatizou que os carros elétricos nunca substituirão completamente os veículos a combustão, especialmente no segmento de alto luxo, onde a emoção e a exclusividade são fundamentais.

A abordagem da Ferrari reflete uma tendência mais ampla na indústria automotiva de alta performance, onde marcas como a Lamborghini também estão comprometidas em manter seus motores de combustão interna, desde que a legislação permita. Enquanto isso, o desenvolvimento de combustíveis sintéticos oferece uma alternativa viável para prolongar a presença dos motores a combustão nos carros de alto desempenho.

Com a Ferrari liderando o caminho em direção à eletrificação, os entusiastas de supercarros podem esperar uma nova era de inovação e emoção, onde a tecnologia elétrica se funde com a paixão pela condução de alto desempenho.

Leia também:

E mais:

‘Ram Tchum’: Música sobre picape potente causa briga no mundo sertanejo